Tendências do Bitcoin: as principais para 2020

Para 2020, uma das principais tendências é de crescimento da principal criptomoeda: o Bitcoin

tendências

Dúvidas em relação ao futuro da criptomoeda? A partir de agora, em 2020, inicia-se uma nova década, que promete transformações importantes para o Bitcoin.

Você ficou curioso? Leia nosso artigo e entenda quais são as principais tendências para o novo ano, onde estima-se grandes mudanças e novas tendências.

Uma delas é a de que o Bitcoin poderá voltar a ser considerada a moeda favorita no mundo cripto.

E, ainda, há também a expectativa da entrada de alguns investidores institucionais.

Em 2019, várias seguradoras, fundos de pensão e investimentos, compraram essa ideia e adentraram no mundo cripto.

Com isso, apresenta-se o início de uma das novas tendências para o futuro das moedas digitais.

Apenas em 2020, espera-se uma expansão dos derivativos e possíveis negociados nos contratos futuros da CME, da BCOR e da Bakkt.

Decerto, isso pode facilitar a entrada e de maior liquidez no mercado.

Mais um ponto importante é o de que, durante um determinado período, a regulação poderá facilitar a entrada mais rápida de captação financeira.

Assim, assumimos este como um ponto importante para os investidores entrarem nesse mercado.

O valor do bitcoin pode subir em 2020?

É esperado que as questões macroeconômicas cresçam, principalmente no primeiro trimestre do ano, vinculadas às questões geopolíticas que se apresentam.

No entanto, o medo de uma Terceira Guerra Mundial, após o conflito EUA e Irã estão deixando os investidores  menos confiantes nas moedas fiduciárias. 

Desta forma, observamos o crescimento do valor comercial do ouro, em detrimento das moedas já estabelecidas como parâmetros universais de saúde econômica.

No encalço disso, após os conflitos entre EUA e Irã o Bitcoin foi de US$6.800 para acima de US$7.400. 

O volume das negociações pode valorizar mais ainda os Bitcoins e outras criptomoedas, pois há projetos em desenvolvimento para a aceitação do Bitcoin, principalmente, como forma de pagamento.

Assim, o desenvolvimento da chamada lightening networking, conforme veremos no tópico abaixo, pode alavancar ainda mais o sucesso da adoção do Bitcoin em nosso dia a dia.

Trata-se de uma rede criada para fazer a otimização de investimentos em Bitcoins e, com isso, há o aumento da escalabilidade.

Atualizações para os Bitcoins: novas tendências

Observe também que algumas atualizações deixarão o Bitcoin anônimo.

Hoje é possível verificar as transações, como para qual carteira vai, o que foi feito, o dia e horário em que as movimentações foram realizadas.

Assim, esse ano também começa com algumas promessas e indicativos de novas tendências, como:

  • Dandelion: quando o IP fica oculto desde o primeiro nó de rede que transmite uma transação de Bitcoin.
  • Assinaturas schnorr: que ofuscam as transações de Bitcoin, parecido com aquilo que é feito na monero;
  • Taproot: que possibilitará a construção de uma camada de contratos inteligentes acima da blockchain do Bitcoin;
  • Lightining network: que faz com que o Bitcoin não seja um ativo como reserva de valor, facilitando transações com um preço de custo muito baixo.

Tokenização com blockchain: a mais aguardada das tendências para 2020

Isso também revela uma concepção de transformar ativos reais tokenizados em digitais, pois existem alguns deles que ficam registrados em algumas instituições financeiras.

Sobretudo, um token digital representa a posse de um bem.

Por exemplo: quando aplicado ao mercado imobiliário, onde você pode ter comprado a quantidade de tokens proporcionais a 5% ou 10% daquele ativo.

Dessa maneira, é gerada uma liquidez grande na oferta de um produto e investimentos no mercado, permitindo com que pessoas não investidoras antes, passem a investir, agora com um poder maior.

Mas afinal, quais são as principais vantagens destas tendências?

1. O blockchain possui um protocolo universal onde está conectado a milhares de blocos. Isso confere à essas conexões uma universalidade de interações entre todos os participantes do mercado;

2. É um ambiente totalmente seguro;

3. Os emissores de token podem se comunicar diretamente com interessados na aquisição dos mesmos, o que diminui as possíveis despesas;

4. Melhor visibilidade, uma vez que todos os dados ficam armazenados com acesso público dentro da blockchain.

Talvez, uma das mais importantes tendências para o novo ano que se inicia é o Halving, que pode ser considerado como uma Copa do Mundo dos Bitcoins.

O último ocorreu em 2.016

Mas porque o Halving é tão importante?

O Halving obedece uma taxa de declínio totalmente previsível.

Portanto, a perspectiva é a de que ocorram 32 Halvings do Bitcoin, uma vez que após o último não haverá mais produção da moeda, uma vez que o quantidade máxima já terá sido atingido.

Dessa forma, para 2020, a perspectiva é que o número de produção seja reduzido pela metade e chegue à 6,25 Bitcoins.

Mas e aí? Entendeu quais serão as principais tendências do Bitcoin em 2020?

Quer saber mais? Entre em contato com a E-Price e saiba como funciona a nossa consultoria e o mercado de Bitcoins em 2020!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: